A cidade de Mbanza Kongo está há cinco dias parcialmente às escuras, sem energia eléctrica, devido à danificação de um cabo eléctrico subterrâneo de média tensão por uma empresa que executa trabalhos de ligações domiciliárias de água potável, anunciou hoje a Angop.

Segundo a agência, parte do casco urbano de Mbanza Kongo, no Bairro Sagrada Esperança e na zona de Madungu, ficou privada da energia energia eléctrica que é fornecida pela Subestação de Kianganga.

O Chefe do Departamento de Rede Eléctrica da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) na região, Carlos Kizola, precisou que 585 clientes daquelas duas zonas de Mbanza Kongo ficaram afectados com o corte de energia eléctrica.

Carlos Kizola informou que uma equipa técnicos da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade, que trabalha desde sábado para a reposição do fornecimento de energia e que foi reforçada com pessoal da região norte proveniente da província do Uíje, detectou dois pontos da rede eléctrica subterrânea danificados e que estão ainda outros por descobrir.

A cidade de Mbanza Kongo consome 8,5 MW dos 40 MW de potência instalados na Subestação de Kianganga, que recebe energia eléctrica da rede nacional. A zona da cidade afectada consome ainda energia gerada por motores a gasóleo.

A Empresa Nacional de Electricidade (ENDE) em Mbanza Kongo abastece 9.514 clientes, num universo de 155.174 residentes na cidade.

You may also like

0 comentários

Comments are closed.